segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Resenha do livro 1, por Márcia L. Bastilho


 olha o que eu achei de D.I.:

A Gisele Galindo, autora, me mandou o livro para ler em junho, li 10 capítulos e parei. Não por não ter me prendido, não, foi por não ter tido tempo de terminar.


Então, ontem à noite – dia 05/09 – abri o documento aqui e comecei a ler. LI DE UMA VEZ SÓ. Fui parar agora, às 19hs.

O primeiro livro da série Destino Íntimo, em uma palavra, é ANGUSTIANTE. 

Eu me senti pior que a Luna – a nossa mocinha – na maior parte do livro, presa, não conseguindo respirar, querendo saber o que ia acontecer, não querendo saber, querendo sair daquela cena e ir logo pro final...
Querendo que os personagens se dessem conta de algumas coisas, que eles se mexessem, que eles parassem quietos num lugar para que EU pudesse respirar.
Sei, parece exagero, mas o livro é bem assim.

Luna não está feliz com o rumo que sua vida tomou: ex namorado que não esquece, pais que vivem brigando, trabalho infeliz, faculdade de algo que não era apaixonada... Mas era sua vida. Imagina perder tudo isso? Imagina perder tudo, tudo?
Não quero contar nenhum spoiler, mas Luna perde tudo. O mundo perde tudo, digamos assim.

Uma Jornada Ao Pulsar de Um Estranho poderia ser considerado “livro de estrada”, eu acho. E o que melhor: estradas brasileiras!

Junto com Luna andamos pelos quatro cantos do país, conhecendo culturas diferentes, – devastadas, mas diferentes – gente de sotaque engraçado e belas paisagens, tudo isso enquanto buscamos qualquer pista do GRANDE MISTÉRIO, qualquer resquício de esperança...

Os personagens são muito interessantes, todos têm um quê, um passado misterioso, estão todos perturbados, vivendo em CAOS, e é legal ver como cada um reage ao novo mundo. Ah, sem contar que todos são “especiais”. Muita gente ali é bem maluquinha, o que me causou altas risadas ou momentos de pura tensão. Pensando: tá, é agora que esse aí mata todo mundo?!

Temos ação à lá X-men, que eu acho que os meninos vão gostar. Eu, que tenho dois irmãos, adorei essa parte do livro e fiquei desejando mais e mais ação. Ainda bem que tem o suficiente para me fazer pular de alegria e adrenalina.

E, claro, para as românticas aqui, tem romance também. Lindos e sexieis, por sinal. É só escolher.

Nunca me dou bem com os personagens principais dos livros, principalmente quando são mulheres, por isso, meu personagem favorito de Destino Íntimo é o Léo. Eu ri com ele, fiquei séria e com medo junto com ela e torci muuito por ele. Acho que ele tem muito ao que oferecer a série. *dedos cruzados por isso*
Isso não quer dizer que não gostei da Luna. Gostei muito dela. Só que ela me irritou muitas vezes. Hahaha eu sou muito irritável, devo admitir.
O que estranhei um pouco no início da leitura foi a maneira da autora mudar quem está descrevendo acena muito rápido!
Uma hora estamos com Luna, primeira pessoa, depois vamos para Léo, terceira pessoa ou um narrador... e puum!pula para primeira pessoa de novo! Tudo na mesma página!
Mas depois de alguns capítulos me acostumei, e nem precisava reler a cena para ter certeza do que estava acontecendo ou com quem.
Não foi algo que me incomodou, só estranhei. Não complica a leitura, nem nada. É só “um a mais” no livro. É legal para conhecermos melhor cada personagem.

Sou muito chata em relação à escrita dos diálogos e a Gi é completamente informal em escrever os seus, usando e abusando de expressões que usamos no dia-a-dia, como: “nossa, ...” , “olha...” ou até “iii”. E como Luna e cia. viajam o Brasil todo, mais que normal encontrar gente com sotaque diferente, só não sei se era preciso exagerar, como no caso de Tom, o mineiro. Demorei muitas vezes para entender o que ele falava.
Tirando isso, devo dizer que Uma Jornada Ao Pulsar de Um Estranho para ser lido de uma vez só. Não tem como ser de uma maneira diferente.

E quando termina, DAQUELE JEITO, você fica querendo mais e mais. Eu quero mais. Quero sentir tudo isso de novo. Quero pulsar e pulsar mais uma vez a cada página, delirando junto com a Luna, sofrendo com ela, voando com ela e lutando com ela.

O primeiro livro da série Destino Íntimo vai ser lançado em novembro pela Editora Literata!



Márcia, sua linda, muito obrigada pela resenha!!!!!


Este mês sai Chamas de Sangue, o livro 1 da série The Burns, da Marcinha. Saiba tudo sobre a obra no blog.




bjs***

-----;)--- Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. Crie, seja feliz!!!!

2 comentários:

Josy Tortaro disse...

Ai, Marcinha, tenho inveja quando leio resenhas melhores que a minha! hahaha Na verdade, ainda não aprendi a resenha... sou muito sucinta com medo escrever spoiler! Mas amei a sua resenha! Queremos livro 2, Giiiiiiii!!!!! bjossssssssssssssss

Gisele Galindo ou simplesmente Gi. disse...

Calma, o 1 tá p sair... rs

Fico imensamente feliz com o interesse de vcs.

Em 2012 vem o livro 2!!!!

;)

bjs***